fbpx

Primeiramente queria agradecer profundamente ao Lions Club, que por meio do CCBEU Guarapuava, realizou um grande sonho: conhecer a Dinamarca e ter as melhores quatro semanas da minha vida. Meus agradecimentos também ao CCBEU Guarapuava e a sua equipe de professores! Formei-me em 2011 e depois de três anos me comuniquei perfeitamente com todos em ambas as famílias e as 33 pessoas presentes no acampamento.
Em minha primeira semana fiquei em uma pequena cidade, Jyderup na ilha de Zealand (a mesma onde se localiza a capital do país, Conhepaga), a minha host family recebeu-me com tamanha hospitalidade que jamais esquecerei! Respeito, carinho marcaram esta primeira semana; além de conhecer as três grandes (Copenhaga, Aarhus e Odense) cidades em apenas três dias, falaram-me que foi um recorde. Enfim, realmente me senti integrante da família, é um sentimento que sempre guardarei e levarei comigo.

A segunda semana residi na cidade de Knabstrup, uma cidade menor ainda o que é algo muito comum na Dinamarca: as cidades são realmente pequenas. Algo que me marcou muito nesta semana foi o senso de humor, piadas rolavam soltas todo o tempo, e a comida, eles assavam pães para o café da manhã todos os dias (apesar de não ser um mimo pois isto fazia parte da rotina deles).

Enfim, o acampamento. E que acampamento! Permaneci 14 dias a bordo de Fulton, um velho barco muito famoso na Dinamarca, pois no passado era usado para educar crianças ‘malandras’. No começo, confesso que foi duro, tínhamos que limpar o barco todas as manhã, cozinhar todas as refeições do dia para todas as 33 pessoas, lavar a louça, erguer as velas, limpar mais uma vez, procurar por chuveiros todas as vezes que parávamos em portos, pendurar as nossas ‘redes’, ou seja, camas, vigiar o navio durante a noite e pela manhã acordar, guardar as redes e obedecer ao chamado: “bakmonstring”. Realmente não foi fácil, mas garanto que foi o melhor acampamento de todos os tempos! O fato de estarmos em um pequeno barco, navegando, sem internet, sem lugar algum para ‘fugir’ tornou todos mais próximos, amigos que levarei por toda a minha vida. Como já disse, Fulton está presente na memória de todos os dinamarqueses (de mais idade), ele representava uma casa e um futuro melhor para os que nele embarcavam, depois desses 14 dias realizando tarefas que nunca me imaginei fazendo posso dizer que nós, do Acampamento D, fizemos nossa história dentro de nossa segunda casa também.

Obrigado mais uma vez ao Lions Club e ao CCBEU Guarapuava por me possibilitarem viver esta experiência pela qual me senti parte de uma grande família internacional e que jamais esquecerei!

Dinamarca – julho de 2014
Yohana Rachelle

yohanna

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Iniciar conversa
1
Entre em contato!
Hello,
Clique em "Iniciar conversa" 👇